Estado de RONDÔNIA, 30 anos

O Estado de Rondônia completa em 2011 seus 30 anos de criação, mais exatamente dia 22 de dezembro. Apesar de ser um dos estados mais novos da Federação é também um dos que mais crescem no país, sendo uma referência no ocidente da Amazônia.

O primeiro passo para a criação do estado aconteceu com o surgimento do Território Federal do Guaporé, criado pelo Presidente Getúlio Vargas através do Decreto-Lei nº 5.839 de 13 de setembro de 1943, com áreas desmembradas dos estados do Amazonas (extremo norte do atual estado) e Mato Grosso (grande porção centro-sul).

O recém território contava com quatro municípios: Porto Velho (a capital), Alto Madeira, Lábrea e Guajará-Mirim, entretanto a partir da criação do Decreto-Lei nº 7470 de 17 de abril de 1945, o território passou a contar com apenas dois municípios: Porto Velho que ocupava toda a porção nordeste e Guajará-Mirim que abrangia a porção sudoeste.

O nome do território fazia alusão ao rio Guaporé, que até hoje é uma fronteira natural entre as Repúblicas do Brasil e Bolívia, posteriormente, mais exatamente em 17 de fevereiro de 1956, o nome foi alterado para Território Federal de Rondônia, em homenagem ao sertanista Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, que inclusive é a única personalidade brasileira a ser homenageada com o nome de um estado.

Finalmente em 22 de dezembro de 1981, através da Lei Complementar nº 41, o então Presidente da República João Baptista de Oliveira Figueiredo transformou o Território Federal de Rondônia em Estado, mantendo Porto Velho como sua capital.

A  instalação do Estado de Rondônia só aconteceu em 04 de janeiro de 1982, com a posse do Coronel Jorge Teixeira de Oliveira como seu primeiro governador estadual, numa cerimônia em frente ao Palácio do Governo Presidente Vargas, que por sua vez, até hoje, mas por pouco tempo, ainda é a Sede do Poder Executivo Estadual.

O novo palácio do governo é o prédio principal dos cinco que constituem o Centro Político e Administrativo de Rondônia, que ainda está em obras, mas em fase de conclusão. No CPA também funcionarão praticamente todas as secretarias de estado, como também algumas representações de entidades da Administração Indireta.

Desde a criação do Território Federal do Guaporé 36 governadores estiveram no poder, sendo 27 governadores territoriais e 09 governadores estaduais, sendo os principais deles:

– Coronel Aluízio Pinheiro Ferreira, o primeiro governador do Território Federal de Rondônia (01 de novembro de 1943 até 07 de fevereiro de 1946);

– Joaquim de Araújo Lima, o primeiro governador civil do Território Federal do Guaporé (09 de junho de 1948 até 22 de fevereiro de 1951);

– Coronel Jorge Teixeira de Oliveira, o primeiro governador do Estado de Rondônia (04 de janeiro de 1982 até 10 de maio de 1985);

– Jerônimo Garcia de Santana, o primeiro governador eleito do Estado de Rondônia (15 de março de 1987 até 15 de março de 1991).

Um desses governadores merece referência nessa ocasião, o engenheiro baiano Joaquim de Araújo Lima, que chegou a Porto Velho para dirigir a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré no início da década de 1940, posteriormente tornou-se governador territorial, sendo responsável por significativas realizações, como a construção do Palácio Presidente Vargas, do Porto Velho Hotel (atual UNIR Centro), do Fórum Rui Barbosa (atual fórum Criminal de Porto Velho), e Sede Administrativa da Ferrovia Madeira-Mamoré (o Prédio do Relógio).

Araújo Lima também é autor da letra do hino de Rondônia, com o poema “Céus do Guaporé”, que posteriormente teve o nome do hino adaptado para “Céus de Rondônia”.

Com três décadas de existência o estado de Rondônia possui 52 municípios contando com a capital Porto Velho, que por sua vez é o mais importante dos municípios, seguido de Ji-Paraná. Mas destacando-se também outros municípios como Ariquemes, Vilhena, Jaru, Cacoal e Guajará-Mirim.

O estado que conta com cerca de 237.590 Km² de extensão, e uma população de 1.562.409 habitantes, tem os setores de Serviços, Indústria e Agropecuária como principais atividades econômicas.

Na atualidade o Estado de Rondônia vive um novo ciclo econômico em virtude das duas hidrelétricas do Rio Madeira (a de Santo Antônio e Jirau), que além de terem atraído muitas pessoas de diversas partes do país, também atraiu muitas indústrias; empresas, empreendimentos, como o primeiro shopping de grande porte do Estado, o Porto Velho Shopping. As usinas do Madeira também aqueceram a construção civil, que na atualidade propicia o crescimento vertical de muitas cidades.

Economicamente Rondônia vive um bom momento da sua história, entretanto o Estado e o povo rondoniense vêm sofrendo há muito tempo no que tange à política, uma vez que a corrupção está instalada em muitos órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário, como também em muitos outros organismos das esferas municipais e federal.

Rondônia completa mais um ano de criação; três décadas de existência, um estado novo que tem tudo pra crescer, mas que pede socorro ao seu povo para que elejam seus representantes com maiores responsabilidade, a fim de que com bons e honestos governantes assumam as rédeas do Estado para que possa crescer ainda mais e melhor.

Parabéns Rondônia! Parabéns aquelas “sentinelas avançadas” que não fogem do trabalho, contribuindo sempre pra o desenvolvimento desse grande Estado!

Anúncios

Sobre Porto RÏVER
Mais um espaço by Sáimon Rïver :D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: